CoVID-19 e Liderança “Laissez-Faire”

“Naquele momento, fora da China, havia menos de 100 casos de Covid-19 e ainda não havia mortos. A contenção na resposta à ameaça permitiu que os casos de infeção pelo SARS-COV-2 se multiplicassem rapidamente.”

Tedros Ghebreyesus

O início do ano 2020 foi marcado pela origem de um novo coronavírus (CoVID-19) que se tornou numa ameaça à saúde pública mundial, devido essencialmente à rápida proliferação do número de casos de contágio registados.…

Atletas e treinadores percecionam liderança da mesma forma?

O tema da liderança tem sido amplamente explorado. O Modelo da Eficácia da Liderança (Gomes, 2021) sugere três dimensões essenciais para a eficácia dos líderes: a filosofia (crenças sobre a liderança), a prática (plano de ação para implementar a filosofia) e os indicadores de liderança (critérios para avaliar e monitorizar a implementação da filosofia e da prática).…

Há espaço para o feedback negativo numa liderança eficaz?

Uma liderança eficaz pressupõe o domínio de diferentes estilos de liderança, de forma a potenciar a sua eficácia junto dos membros da equipa, pressuposto em que assenta o nosso Modelo de Eficácia da Liderança. Os estilos de liderança podem ser divididos em três tipos; os transformacionais, cuja primazia substancial deve ser assumida; os transacionais; e a tomada de decisão.…

Comunicação em Tempos de Pandemia

Ao longo do último ano, o contexto da saúde tem sido excessivamente exigente para os profissionais e para os utentes que dele necessitam. A pandemia COVID-19 impõe diariamente, de forma incessante, novos desafios às organizações de saúde, aos serviços de saúde pública e ocupacional e, claro, aos políticos e órgãos de governo que têm de negociar a adoção de comportamentos de saúde nos mais diversos contextos, grupos e perante a população em geral.…

Comunicação: Abordagens Comunicacionais

De acordo com o Modelo da Eficácia da Comunicação (Gomes2019), a abordagem comunicacional positiva depende de uma crença otimista e de autodeterminação sobre o funcionamento humano (“Perfil ótimo de comunicação”). Esta abordagem recorre a comportamentos comunicacionais tendencialmente facilitadores da relação entre as partes, promovendo o alcance de objetivos potencialmente benéficos para os envolvidos no processo comunicacional.…

Compreensão da Adaptação Humana ao Stress: Exemplo em Contexto de Pandemia Parte 2

Na parte 1 desta série, explorámos o primeiro grande fator do Modelo Interativo de Adaptação ao Stress (Gomes, 2014), exemplificando-o com a pandemia CoVID-19. Mostrámos como a situação de stress (o aparecimento da pandemia) tem várias características que condicionam a nossa adaptação: novidade (primeira pandemia num século), imprevisibilidade (quando vai terminar?), complexidade (trabalho, família, saúde, etc.), ambiguidade (o que devo fazer?) e incerteza (como será o futuro?).…

Efeitos Fisiológicos do Stress

Uma situação stressante, seja ela ambiental, como um prazo de trabalho iminente, ou emocional, como o medo de perder emprego, pode desencadear várias alterações fisiológicas. Muitas das respostas ao stress, como o aumento da frequência cardíaca, o aumento da frequência respiratória ou o aumento da atividade cerebral, têm por objetivo ajudar as pessoas a ultrapassar uma situação percebida como perigosa.…

A Arte de Comunicar

O meu chefe é um comunicador….

1. Idealista. Ele procura levar-nos a refletir sobre as razões pelas quais é tão importante o nosso contributo para o trabalho a realizar. O meu chefe questiona frequentemente as nossas atitudes, crenças e valores sobre o nosso papel na equipa e o modo como cada um de nós pode, à sua maneira, contribuir para o sucesso da nossa missão.…

Modelo da Eficácia da Comunicação

O Modelo da Eficácia da Comunicação (Gomes2019) sugere que os processos comunicacionais se iniciam quando a pessoa avalia um evento de desequilíbrio como excedendo o seu nível ótimo de funcionamento, gerando tensão no funcionamento humano. As quebras no funcionamento ótimo levam a pessoa a adotar estratégias comunicacionais (esforços adaptativos) para lidar com as exigências do evento de desequilíbrio, visando restabelecer o seu equilíbrio. Assim, e de acordo com este modelo, a comunicação resulta das iniciativas, verbais ou não verbais, de cada uma das partes envolvidas no processo comunicacional, que visam restabelecer o nível ótimo de funcionamento.…